terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

3º PEDAGOGIA - AULA DE 25/02/14



DESDE NOSSO PRIMEIRO ENCONTRO, TEMOS DISCUTIDO SOBRE AS RELAÇÕES DOS SERES HUMANOS COM AS TECNOLOGIAS QUE ELE MESMO CRIA, SOBRE O IMPACTO DELAS NA VIDA COTIDIANA, O QUE AUTOMATICAMENTE INCLUI NESTE ROL A REFLEXÃO SOBRE AS CONSEQUÊNCIAS INERENTES A SEU USO .

LEIA O TEXTO A SEGUIR, DO FILÓSOFO PIERRE LÈVY, QUE DISCUTIREMOS MAIS ADIANTE.


MANIFESTO DOS PLANETÁRIOS

AUTO-RETRATO DOS PLANETÁRIOS

Aqui estamos. Nós. Os planetários. Conduzimos os mesmos veículos, tomamos os mesmos aviões, utilizamos os mesmos hotéis, temos as mesmas casas, as mesmas televisões, os mesmos telefones, os mesmos computadores, os mesmos cartões de crédito. Informamo-nos na câmara de eco dos meios de comunicação mundializados. Navegamos na Internet. Temos o nosso site. Participamos na silenciosa explosão do hipercórtex infinitamente reticulado do World Wide Web. ouvimos músicas de todos os cantos do mundo: raï, rap, reggae, samba, jazz, pop, sons da África e da Índia, do Brasil ou das Antilhas, música céltica e música árabe, estúdios de Nashville ou de Bristol...Dançamos como loucos ao ritmo da techno mundial em rave parties sob a luz zebrada de idênticos raios estroboscópicos. Lemos os nossos livros e os nossos jornais na grande biblioteca mundial unificada de Babel. Misturados com turistas, visitamos museus cujas coleções cruzam as culturas. As grandes exposições de que gostamos giram em torno do planeta como se a arte fosse um novo satélite da Terra. Estamos todos interessados nas mesmas coisas: todas as coisas. Nada do que é humano nos é estranho.

Nós, os planetários, consumimos no mercado mundial. Comemos à mesa universal, baunilha e kiwi, coentros e chocolate, cozinha chinesa e cozinha indiana. Quando alguns rabugentos querem polarizar o nosso olhar sobre a distribuição de hamburguers de má qualidade ou de bebidas gasosas com açúcar, preferimos apreciar o alargamento do leque de possibilidades: poderíamos provar tantos frutos diferentes, tantas especiarias, tantos vinhos e licores há cinquenta anos, há cem anos?

Assistimos (e organizamos) colóquios internacionais, uma instituição rara e reservada a uns poucos há ainda cinquenta anos, mas que se torna hoje um desporto massificado. Acontece que a nossa reputação ultrapassa as fronteiras do país em que nascemos. Somos traduzidos em várias línguas, ou então não temos necessidade de ser traduzidos porque trabalhamos nas artes visuais, na música, na moda, no desporto. O nosso talento é reconhecido por toda a parte. E pouco importa que este talento seja acolhido num país ou noutro. Queremos simplesmente que ele desabroche.

Pouco a pouco, sem que nós nos tenhamos dado conta disso de imediato, o mundo chegou à nossa mão e fizemos dele o nosso campo de ação. A envergadura dos nossos atos aumentou até atingir as margens diante de nós. Temos clientes, parceiros e amigos por todos o lado. De súbito, aprendemos progressivamente a maneira de nos dirigirmos a toda a gente, a todo o mundo. Os nossos compatriotas estão por toda a Terra. Começamos a constituir a sociedade civil mundial.

Somos cada vez mais numerosos. Trabalhamos numa empresa multinacional ou transnacional, na diplomacia, na tecnologia de ponta, na investigação científica, nos meios de comunicação, na publicidade. Somos artistas, escritores, cineastas, músicos, professores, funcionários, internacionais, futebolistas, alpinistas, navegadores solitários, comerciantes, hospedeiras do ar, consultores, acionistas, militantes de associações internacionais. Cotidianamente, para o melhor e para o pior, para compreender ou para sobreviver, para os amores ou para os negócios, em número cada vez maior, temos de olhar, comunicar e talvez agir para lá das fronteiras. Somos a primeira geração de pessoas que existe à escala do globo. Homens e mulheres políticos, drogados, manequins, gente de negócios, prostitutos, terroristas, vítimas de catástrofes televisivas, cozinheiros, consumidores, telespectadores, internautas, imigrados, turistas: somos a primeira geração global.

Nenhuma geração alguma vez viajou tanto como a nossa, tanto para o trabalho como para o prazer. O turismo tornou-se a maior indústria mundial. Nunca emigramos tanto como hoje, quer sejamos pobres atraídos pelo trabalho, quer sejamos ricos em busca de melhores condições fiscais ou de uma remuneração mais justa da nossa competência. Inversamente, nunca alimentamos, acolhemos, integramos, assimilamos e educamos tantos estrangeiros.

Já não somos sedentários, somos móveis. Também não somos nômades, porque os nômades não tinham campos nem cidades. Móveis: que passam de uma cidade para outra, de um bairro para outro da megalópole mundial. Vivemos em cidades ou metrópoles em relação umas com as outras, que serão (que já são) as nossas verdadeiras unidades de vida, muito mais que são como navios no alto mar, conectados a todas as redes.

Somos budistas americanos, informáticos indianos, ecologistas árabes, pianistas japoneses, médicos sem fronteiras. Como estudantes, para aprender por toda a parte, circulamos cada vez mais em torno do globo. Vamos onde podemos ser úteis. Graças a Internet, damos a conhecer o que temos a oferecer à escala do planeta. Como produtores de vinho ou de queijo, instalamos um sistema de venda popr correspondência na Web. A nossa geração está a inventar o mundo, o primeiro mundo verdadeiramente mundial.

Já não nos agarramos a um ofício, a uma nação ou a qualquer identidade. Mudamos de regime alimentar, de profissão, de religião. Saltamos de uma existência para outra, inventamos continuamente a nossa atividade e a nossa vida. Somos instáveis, tanto na nossa vida familiar como na nossa vida profissional. Casamo-nos com pessoas de outras culturas e de outros cultos. Não somos infiéis, somos móveis.

A nossa identidade é cada vez mais problemática. Empregado? Patrão? Trabalhador autônomo? Pai? Filho? Amigo? Amante? Marido? Mulher? Homem? Nada é simples. Cada vez mais, tudo tem de ser inventado. Não temos modelos. Somos os primeiros a entrar num espaço completamente novo. Entramos no futuro que inventamos calcorreando o planeta.

PIERRE LÈVY


NO FRAGMENTO A SEGUIR, VOCÊ CONHECERÁ UM POUCO SOBRE O PENSAMENTO DO FILÓSOFO EDGAR MORIN QUANTO ÀS INCERTEZAS HISTÓRICAS QUE O FUTURO NOS RESERVA.

APÓS A LEITURA DOS DOIS TEXTOS, DISCUTA COM SEUS COLEGAS SOBRE A IMPORTÂNCIA DE CONHECER FATOS HISTÓRICOS E REFLETIR SOBRE NOSSO PASSADO, PRESENTE E FUTURO. INCLUA EM SEU DEBATE TUDO QUE VOCÊ PENSOU AO SE DAR CONTA DE QUE O FUTURO É "COMPLETAMENTE" IMPREVISÍVEL E DIFICILMENTE CONTROLÁVEL, DISCUTA TAMBÉM OS ASPECTOS LEVANTADOS POR PIERRE LÈVY QUANTO ÀS MUDANÇAS TRAZIDAS PELAS TECNOLOGIAS.


OS SETE SABERES NECESSÁRIOS À EDUCAÇÃO DO FUTURO 

EDGAR MORIN



            Ainda não incorporamos a mensagem de Eurípedes, que é a de estarmos prontos para o inesperado. O fim do século XX foi propício, entretanto, para compreender a incerteza irremediável da história humana.

            Os séculos precedentes sempre acreditaram em um futuro, fosse ele repetitivo ou progressivo. O século XX descobriu a perda do futuro, ou seja, sua imprevisibilidade. Esta tomada de consciência deve ser acompanhada por outra, retroativa e correlativa: a de que a história humana foi e continua a ser uma aventura desconhecida. Grande conquista da inteligência seria poder enfim se libertar da ilusão de prever o destino humano. 

            O futuro permanece aberto e imprevisível. Com certeza, existem determinantes econômicas, sociológicas e outras ao longo da história, mas estas encontram-se em relação instável e incerta com acidentes e imprevistos numerosos, que fazem bifurcar ou desviar seu curso.
          
         As civilizações tradicionais viviam na certeza de um tempo cíclico, cujo funcionamento devia ser assegurado por sacrifícios às vezes humanos. A civilização moderna viveu com a certeza do progresso histórico. A tomada de consciência da incerteza histórica acontece hoje com a destruição do mito do progresso. O progresso é certamente possível, mas é incerto.


A INCERTEZA HISTÓRICA

            Quem teria pensado, na primavera de 1914, que um atentado cometido em Sarajevo desencadearia a guerra mundial que duraria quatro anos e que faria milhões de vítimas?
            Quem teria pensado, em 1916, que o exército russo se desagregaria e que um pequeno partido marxista, marginal, provocaria, contrariamente à própria doutrina, a revolução comunista em outubro de 1917?
            Quem teria pensado, em 1918, que o tratado de paz assinado trazia em si os germes da Segunda Guerra Mundial, que arrebentaria em 1939?
            Quem teria pensado, na prosperidade de 1927, que uma catástrofe econômica, iniciada em 1929, em Wall Street, se abateria sobre o planeta?
            Quem teria pensado, em 1930, que Hitler chegaria legalmente ao poder em 1933?
            Quem teria pensado, em 1940-41, afora alguns irrealistas, que o formidável domínio nazista sobre a Europa, após os impressionantes progressos da Wehrmacht na URSS até as portas de Leningrado e Moscou, seria acompanhado em 1942 pela reviravolta total da situação?
            Quem teria pensado, em 1943, durante plena aliança entre soviéticos e ocidentais, que a guerra fria se manifestaria três anos mais tarde entre estes mesmos aliados?
            Quem teria pensado, em 1980, afora alguns iluminados, que o Império Soviético implodiria em 1989?
            Quem teria imaginado, em 1989, a Guerra do Golfo e a guerra que esfacelaria a Iugoslávia?
            Quem, em janeiro de 1999, teria sonhado com os ataques aéreos sobre a Sérvia, em março de 1999, e no momento em que estas linhas são escritas, pode medir suas consequências?
            Ninguém pode responder a estas questões no momento da escrita destas linhas, que , talvez, ficarão ainda sem resposta durante o século XXI. Como dizia Patocka: 'O devenir é doravante problematizado e o será para sempre.' O futuro chama-se incerteza.


UM MUNDO INCERTO

            A aventura incerta da humanidade não faz mais do que dar prosseguimento, em sua esfera, à aventura incerta do cosmo, nascida de um acidente impensável para nós, e que continua no devenir de criações e destruições.

            Aprendemos, no final do século XX que, à visão do universo obediente a uma ordem impecável, é preciso substituir a visão na qual este universo é o jogo e o risco da dialógica/dialética (relação ao mesmo tempo antagônica, concorrente e complementar) entre a ordem, a desordem e a organização.

            A Terra,  provavelmente, em sua origem – um monte de detritos cósmicos oriundos de uma explosão solar - , ela própria se auto-organizou na dialógica entre ordem/desordem/organização e sofreu não apenas erupções e terremotos, mas também o choque violento de aerólitos, dos quais um talvez tenha provocado o desprendimento da Lua.


            ENFRENTAR AS INCERTEZAS

            Nova consciência começa a surgir: o homem, confrontado de todos os lados pelas incertezas, é levado em nova aventura. É preciso aprender a enfrentar a incerteza, já que vivemos em uma época de mudanças em que os valores são ambivalentes, em que tudo é ligado. É por isso que a educação do futuro deve se voltar para as incertezas ligadas ao conhecimento.

60 comentários:

  1. 5676 - JasonJr.
    O texto que fala da liberdade de mundo na rede (web) também mostra novas visões sobre as questões que a cada dia modificam-se com um novo futuro que mesmo imaginado também sofre algumas alterações neste nosso novo tempo.

    ResponderExcluir
  2. Michele Cristina Tomas Bueno Gonçalves RGM 258725 de fevereiro de 2014 14:51

    Tendo como base os textos lidos acima, de P. Lèvi e de Morrin, pode-se afirmar que já não é mais possível fazer planos à longo prazo de tempo, visto que com o passar do tempo, com os avanços tecnológicos, tudo avança com muita velocidade. Já não se tem uma vida cíclica, onde se tinha em mente que nascemos, passamos pelas fases da infância, adolescência, fase adulta, envelhecemos e depois morremos, como sempre foi. O inesperado está sempre por vir. Nada é tão estável e previsível como à uns tempos atrás. Por isso temos que aprender a ser maleáveis com as decisões e com os planos, tendo em mente que mudanças acontecem a todo momento.
    Como futuros professores é preciso ter em mente que o aluno vem pra sala de aula "moldado", com todas as vivências que ele tem, tecnologicamente falando. Por isso que a especialização e a formação continuada é indispensável a qualquer professor e/ou educador. Não dá mais para parar no tempo. A atualização constante é necessária, aliás, é indispensável para que se possa ter, de certa forma, um pouco de controle e planejamento do que se quer fazer, mesmo que esse planejamento seja a um curto espaço de tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adevalda Pereira da Silva RGM:6355 3º pedagogia manhã27 de fevereiro de 2014 06:24

      Michele concordo plenamente com tudo o que você falou as mudanças estão sendo cada vez mais velozes em relação a tudo, temos um grande desafio pela frente como futuras educadoras, desde já precisamos nos policiar quanto a velocidade dessas mudanças para nos adaptarmos e não ficarmos na zona de conforto .

      Excluir
  3. Denise Hernandes 629725 de fevereiro de 2014 15:00

    Após ler os dois texto acima posso refletir que o futuro nos reserva muito mais tecnologia, e que daqui para frente tudo isso tende a crescer cada dia mais e podemos dizer que todos nós somos levados a uma grande e nova aventura no mundo tecnológico.
    Onde todas estas mudanças podem ser encarada tanto como positivo e também negativo podendo depender do conhecimento e do ponto de vista de cada um de nós.

    ResponderExcluir
  4. Natalia Caroline de Andrade Alves25 de fevereiro de 2014 15:02

    3° Pedagogia Noturno - RGM 6541

    O texto relata uma realidade vivida no cotidiano, onde mostra que o futuro é incerto que não há mais a possibilidade de se programar com exatidão nas atividades do dia a dia, pois o futuro sempre nos surpreende com as tecnologias inovadoras. Nos relacionamos com pessoas de culturas diferentes, de mundos diferentes, sem pensar que iremos nos familiarizar com as mesmas que não faziam parte do nosso cotidiano, pela barreira que a distancia ocasionava, porém devido a essa tecnologia não há mais fronteiras, e conseguimos nos comunicar como um todo.

    ResponderExcluir
  5. Bruna Soares dos Santos25 de fevereiro de 2014 15:12

    3º Pedagogia Noturno - RGM 6583

    De acordo com o texto a tecnologia favorece de maneira esplendida a comunicação universal do ser humano, alcançando pessoas de várias culturas e vida socioeconômicas diferentes, trazendo entre si um circulo afetivo, possibilitado pela tecnologia disponível no mundo presente, onde nosso conhecimento se abrange pela diversidade de culturas em nossa comunicação tecnológica.

    ResponderExcluir
  6. Monnie Caroline de Almeida27 de fevereiro de 2014 06:22

    Monnie Caroline de Almeida
    3º Pedagogia Matutino

    O texto nos mostra o quanto a tecnologia vem avançando e o quanto ele se torna cada vez mais presente no cotidiano das pessoas, e mostra também que as fronteiras estão cada vez menores devido a possibilidade que ela nos dá de estar cada vez mais interligados. Fala também da incerteza que o futuro nos dá diante destas tecnologias que cada dia nos trás mais surpresas e inovações.

    ResponderExcluir
  7. Daniela Ferraz Lacerda Alencar27 de fevereiro de 2014 06:24

    Quando se fala em avanço, tecnologia, as vezes nos perdemos só no falar, imagina o acompanhar. É meio impossível estar ligado a tudo todo tempo, tudo muda com muita rapidez. Apesar de todos os avanços, que é muito positivo, as vezes me pego pensando sobre a necessidade que as pessoas tem de vender se trabalho para uma outra nação. O Brasil tem capacidade de crescer com todas as mentes brilhantes que há no seu próprio território, porém essas mãos de obra raramente ficam por aqui mesmo. Aí quando passa muito tempo, nos questionamos porque nunca poderíamos imaginar isso ou aquilo, mas a verdade é que se déssemos atenção as coisas que merecem atenção talvez não nos surpreenderíamos tanto. Falo tudo isso para lembrar a importância de valorizar o hoje porque não sabemos como será o amanha, ele dependerá das atitudes que temos hoje, a tecnologia pode ser uma ótima ferramenta para um futuro melhor

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Marisa Victorino Sacaranello - RGM: 6486
    3º Pedagogia - matutino
    O texto nos leva a viajar pelas nossas próprias vidas, como nossos pais e avós viviam e como estamos vivendo, uma época tecnológica bem diferente e com tantas facilidades que até assusta. Com o surgimento da Internet a maioria da humanidade está interligada, principalmente as crianças e os adolescentes que compartilham experiências, informações em tempo real. Há incertezas nesse mundo acelerado, não temos tempo para pensar e nem para refletir sobre tantas coisas que acontecem nesse mundo, cada vez mais virtual. Mas nós, futuros professores temos um grande desafio pela frente, a internet, que poderá ser utilizada como uma excelente ferramenta no ensino aprendizagem dos nossos alunos, com o intuito de direcionar a realidade virtual e transformar informações em conhecimento para um ensino de qualidade.

    ResponderExcluir
  10. Se fosse a vinte anos atrás diria que o autor Pierre Levy era um visionário, talvez que enlouqueceu! Mas hoje vendo como o meio de comunicação evoluiu. Estamos percebendo o quanto ainda pode ser inventado pelo ser humano. A inteligência e a consciência do peso extraordinário que vem exercendo sobre o planeta.O ser humano é a conexão que exerce uma rápida renovação tornando-se inseguro em elação ao amanhã.

    ResponderExcluir
  11. Raissa Alexanda L. W.3 de março de 2014 07:45

    3° Pedagogia - Matutino RGM: 6324
    Ambos os textos estão interligados, falam desta nova era e não se pode negar que esta é a era da tecnologia, da informação. Nunca se ouviu tanto sobre as inúmeras possibilidades que esta nova era trouxe, como a expansão das culturas, das informações, das comunicações, em fim tudo pertence a todo o mundo, todos estão interligados, e com acesso as mesmas informações. A questão é que assim como dizia no texto não sabemos ao certo aonde esta era vai nos levar e quais serão as mudanças e novas eras que teremos futuramente, mas temos ao menos como futuros professores utilizar da melhor forma os benefícios desta era e fazer com que nossos aluninhos possam transformar toda essa quantidade de informação superficial em conhecimento, sem deixarmos que essa era passe em vão.

    ResponderExcluir
  12. Raquel Serafim da S Santos RGM : 6398
    3° ped not

    Com base nos dois textos lidos acima, é possível afirma que a humanidade não mais conseguiria viver sem a tecnologia que faz parte da nossa vida. Estamos vivendo um BOOM da tecnologia tudo está interligado, temos acesso a todas informações de qualquer parte do mundo a qualquer hora, Mas até que ponto esse avanço de tecnologia é bom para a humanidade ? É uma tecnologia que vem crescendo com muita velocidade e trazendo consigo um futuro incerto para todos nós.

    ResponderExcluir
  13. Viviane Oliveira rgm 6277 ped matutino5 de março de 2014 04:16

    Os textos nos leva a refletir, e perceber que realmente o futuro não está em nossas mãos, pensamos que sabemos tudo, mas não é verdade, quanto mais coisas conhecemos mas sabemos que temos muito mais a conhecermos. Concordo plenamente com a Michele quando ela diz que não podemos fazer planos a longa distância, porque tudo muda numa velocidade incrível e nós como futuras professoras temos que estarmos sempre em busca do conhecimento para atender nossos alunos, que estão cada vez mais ligados nas tecnologias.
    È meio assustador pensar em todos estes fatos ocorridos que o autor vem nos lembrar e mais assustador ainda imaginar o que pode acontecer no futuro, com tantas coisas criadas pelo homem que pode acabar com o mundo. Creio que o ser humano deveria pensar mais em sua atitudes para que isso amanha não possa afetar milhares de pessoas, poderiam amar mais o próximo.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. É visível que hoje não conseguimos mais viver sem a tecnologia que nos rodeia, pois nos acostumamos tanto com a praticidade que ela nos trouxe, porém é preciso fazer uma reflexão de até onde ela nos ajuda até onde ela nos atrapalha. Como tudo em excesso é prejudicial é preciso ter um certo controle de uso dessas tecnologias em nosso dia-a-dia.
    Juliana da Silva RGM: 6242 3° Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  16. Angelica Maria Rodrigues RGM-62575 de março de 2014 14:40

    Quando comparo o meu tempo de escola (1980) com os dias de hoje, percebo as grandes mudanças e transformações que vem acontecendo no processo tecnológico, vejo como a tecnologia nos auxilia. Com isto todas as civilizações são beneficiadas, sendo que o rumo que tudo isso vai tomar é bastante imprevisível e é por isso que concordo com a colocação do texto quando diz ser completamente imprevisível e dificilmente controlado o nosso futuro.

    ResponderExcluir
  17. Fabíola Calazans RGM: 39835 de março de 2014 15:56

    Podemos afirmar que não é mais possível viver num mundo sem a tecnologia. Mas diante de tudo que já evoluímos o futuro tecnológico ainda é incerto, pois sempre surgirá novidade.
    A tecnologia nos possibilita conhecer pessoas de culturas e mundos diferentes e criar vínculos fazendo com que a distância não seja mais um obstáculo. Disponibilizando o conhecimentos através da diversidade.

    ResponderExcluir
  18. Ellen da Costa Occhi- 65195 de março de 2014 17:17

    Com a leitura dos textos é possível perceber que nos dias atuais, a tecnologia vêm se avançando a cada segundo. No entanto como educadores temos de nos apegar a essas novas tecnologias. Pois hoje, as crianças conhecem melhor um "tablet" do que um "livro", e temos que saber usar esses novos avanços para sempre inovarmos nossas aulas.

    ResponderExcluir
  19. O mundo em que vivemos hoje é uma caixinha de surpresa onde a tecnologia é o auge , abrimos a porta e somos surpreendido com mais uma nova tecnologia.
    A humanidade não consegue mais viver sem, pois tudo que se faça como conhecer amigo, fofocas, conhecer lugares, relacionamentos, receitas entre outras pode ter acesso com apenas um clique de qualquer lugar que esteja.
    Só não sabemos ate que ponto isso seja bom, pois tudo que seja fácil ou exagerado acabe sendo prejudicado futuramente.
    Nos planetários precisamos ter um pouco mais de controle com o excesso para que a tecnologia não faça parte em todo momento no nosso dia-a-dia.

    Julie dos Santos RGM:6270 3°Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  20. Ligia Helena RGM: 6636 3° Ped M6 de março de 2014 10:16

    Acho fantástico a tecnologia que nos cerca, onde a informação chega até nos em frações de minutos. Encontramos pessoas anônimas que pode sair do anonimato apenas com a força da internet, seja com um vídeo, um poste, um comentário, foto etc... Um lugar onde é capaz de causar uma revolução com pouco esforço, como por exemplo as manifestações. Devemos usar isso da forma mais responsável possível. Talvez essa liberdade que a internet proporciona pode trazer malefícios, como por exemplo, a pessoa ficar restrita somente ao computador, onde esquece de se relacionar com pessoas de carne e osso ou usar para praticar maldade ou divulga-la. É preciso que haja uma "educação digital" para que a internet não extrapole os limites da moralidade e ética.

    ResponderExcluir
  21. Juliana Botelho do Nascimento RGM 6356 3° Noturno7 de março de 2014 06:53

    Aquele olhar que se tia séculos atrás de que o mundo não teria progresso ou que as coisas teriam um limite de crescimento já não existe mais, pois o mundo se renova a cada dia no piscar de olhos, principalmente com os avanços da tecnologia, não tem como prever o que irá acontecer, mas devemos estar atentos, pois continuará crescendo sem fronteiras

    ResponderExcluir
  22. Aline de Campos RGM: 6390 3º Pedagogia Noturno7 de março de 2014 10:51

    Os textos relacionam a tecnologia e o seu avanço. As pessoas estão cada dia mais adeptos e dependentes da internet, todos utilizam esse meio para se comunicar com pessoas de qualquer lugar do mundo de forma instantânea e também recebem noticias, estão sempre atualizados, existem muitas fontes para buscar qualquer tipo de informação pela internet, enfim as pessoas já não se limitam como antigamente.
    Nós como futuras pedagogas devemos estar atentas em tudo que for inovando e buscar sempre conhecer mais, pois, estamos em uma geração onde as crianças desde muito pequenas tem facilidade para utilizar esses aparelhos como celulares, tablets, computadores, etc.. Então devemos usa-los como ferramenta pedagógica e explorar o seu benefício . Devemos ficar atentos e trabalhar também os modos convencionais e não focar somente na tecnologia, seja na nossa vida pessoal ou profissional.

    ResponderExcluir
  23. Bianca Lima de Godoy RGM: 6381 3º Pedagogia noturno

    A sociedade contemporânea vivencia transformações muito rápidas e profundas. Através da tecnologia desenvolvemos novas formas de pensar e agir, gerando novas riquezas e conhecimentos; porém, fez com que desregulamentássemos as relações tradicionais, os papéis estipulados não existem mais, nada é mais tão "simples", agora os papéis foram divididos e até mesmo invertidos..A tecnologia modificou a organização familiar, educativa, gerando um sentimento de incertezas, tanto quanto ao futuro, quanto o comportamento e valores mais adequados.
    Como disse a colega à cima (Juliana Botelho) a tecnologia cresce sem fronteiras, o professor precisa ou melhor, necessita saber usá-la em sala de aula sem resistência, pois estamos inseridos num mundo onde o imprevisível e o surpreendente serão a nossa rotina diária.

    ResponderExcluir
  24. Acredito que o texto trata sobre a vida,e o avanço/ desenvolvimento da tecnologia cada vez mais presente no dia a dia das pessoas,e através desta podemos conhecer,fazer, e viver diferentes experiências as quais séculos atrás não eram vividas,ou possíveis, como hoje com a internet presente no cotidiano. Leticia Correia 3° Pedagogia Noturno RGM:6590

    ResponderExcluir
  25. O mundo esta mudando muito rápido, as tecnologias estão avançando cada dia mais e deixando o homem cada dia mais dependente delas, e os textos faz com que nós futuros professores reflitam sobre esse avanço e até onde poderemos deixar que esses avanços tomem conta de nossas vidas.E por um outro lado buscar maneiras para que essas novas tecnologias sejam usadas de forma que não leve o ser humano ao isolamento, a solidão,que possa ser usada de maneira sadia.
    Os textos também nos mostra que o futuro é incerto, que coisas novas sempre vão surgir,mas que o velho também ficará como uma boa lembrança.

    Carolina da Silva Cassimiro Ped.Manhã RGM 6271

    ResponderExcluir
  26. Todos nós estamos cada dia mais dependentes da internet, utilizamos para comunicar-se com pessoas do mundo todo, reencontrar amigos, recebemos noticias de todo o mundo e até mesmo pagar nossas contas. Nós futuros professores temos um desafio pela frente, a internet pode ser utilizada como um ensino de aprendizagem, porém temos que nós dedicar a cada dia para mostrar aos nossos alunos a realidade virtual.
    Mayara C. Fialho 3°Pedagogia - Manhã

    ResponderExcluir
  27. Danielle R. Scalon RGM: 6542 Pedagogia Manhã14 de março de 2014 12:53

    No primeiro texto "Manifesto dos planetários" de Pierre Lévy, podemos ver algo verdadeiro que já está acontecendo, todos temos o mundo pela frente, coisas a conhecer, mas preferimos ficar parados na frente de um computador, na frente da envolvente tela da televisão ou do celular, somente vendo a vida passar, podemos ver algo claro em relação a isso no filme Wall-e, em que as pessoas não estão vendo a vida passar e acreditam que tudo o que precisam está a um palmo na frente do nariz, que são as novas e sofisticadas telas dos modernos celulares.
    Edgar Morin nos mostra como todas as coisas são imprevisiveis, hoje necessitamos de tecnologia, ela nos ajuda em vários aspectos, facilita muito a nossa vida, porém podemos de certa formar estar exagerando no uso dessa ferramenta maravilhosa, e podemos mais uma vez ver o exemplo desse exagero no filme Wall-e, onde vemos as pessoas absolutamente comandadas pelas máquinas que ditam a que horas vão durmir e tudo mais, vemos também como a mídia influência no modo como você se veste e etc.
    A tecnologia pode ser um modo de salvar a humanidade, pois sem a tecnologia não seria possivel termos mais tempo para a vida, porém mesmo com tempo sobrando as pessoas ainda não sabem o que fazer com seu tempo ócio, e com isso consomem cada vez mas tecnologia e cada vez menos olham para o que está a sua frente. Acretido que o nome dado a nave do filme Wall-e "Axiom" (Axioma em português = uma verdade inquestionável universalmente válida) pode sim vir a acontecer um dia, sermos quem sabe depositados em uma nave espaial e mandados para o espaço, apenas obedecendo ordens, vivendo uma vida sedentária, e esperando quem sabe um dia podermos voltar para a nossa casa, o nosso lugar natural, onde a vida será Eudaimonica (eudaimonia = é a felicidade de quem encontrou seu lugar no mundo), que valerá por ela mesma, sem ser necessário mais nada.
    Acredito que devemos mostrar aos nossos educandos os dois lados da moeda, como a tecnologia pode ser benéfica para AUXILIAR a vida humana, mas mostrar também como o exagero pode ser maléfico, tanto para a saúde quanto para a vida em sociedade.

    ResponderExcluir
  28. APARECIDA SANTOS DO NASCIMENTO RGM:6562 PED. MAT.
    Os dois textos são interligados quando abordam o assunto de que não é possível prever o futuro, ainda mais com a tecnologia que transforma as coisas constantemente, nos fazendo refletir de quanto as pessoas se tornam escravas da mesma.
    Nós como futuros pedagogos deveremos fazer com que nossas crianças usem essa tecnologia em seu beneficio, e que possam ver que existem outras coisas a se fazer além de ficar sentado na frente do computador e do vido-game, como brincar na praça, jogar bola, brincar de roda... Coisas que vão exercitar a mente e o corpo.

    ResponderExcluir
  29. Patrícia Cristina Oliveira- RGM: 6645 3°Pedagogia Noturno. 15 de março de 2014.
    Após a leitura dos textos é possível observar que a tecnologia faz parte das nossas vidas e a cada dia ficamos mais dependentes dela,devido as comodidades que a mesma nos oferece pois com apenas um click, temos acesso a tudo em qualquer hora,lugar e sem sair de casa. E nos mostra também que com todo esse avanço nosso futuro é incerto,por isso é necessário utilizar essa ferramenta de forma adequada para que não percamos a nossa essência,e fiquemos pessoas robotizadas com tanta tecnologia.

    ResponderExcluir
  30. O texto "Manifesto dos Planetários" nos apresenta o quanto o mundo esta ligado por meio da tecnologia, tanto que, para conhecermos novas culturas, obras de artes, lugares e até alimentos não precisamos necessariamente sair do lugar, pois tudo esta conectado, ligados e praticamente na "palma da mão". O autor também ressalta um assunto a ser refletido, quando diz: "Não temos modelos. Somos os primeiros a entrar num espaço completamente novo. Entramos no futuro que inventamos calcorreando o planeta". A criatividade e persistência do ser humano em inventar e querer sempre mais esta o levando a grandes descobertas que tem o apelo em vários momentos de deixar tudo mais fácil, porém, a incerteza que segue esse novo mundo pode trazer consigo consequências que não sabemos calcular.
    A partir daí, entra o segundo texto: "Os sete saberes necessários à educação do futuro" de Edgar Morin, que levanta a questão da incerteza, do amanhã, do que não podemos prever e isso sim é motivo de preocupação, afinal, podemos estar criando o que no futuro será a nossa própria destruição. Toda tecnologia e facilidades que estamos nos inserindo cada vez mais, terá consequências, porém elas ainda são incertas.
    Acredito que o problema maior nesse novo mundo vai ser saber dizer "não", porque como tudo, a tecnologia também tem os dois lados, o bom e o ruim, e a sociedade mundial tem entrado aos poucos num sedentarismo, numa vida tão virtual que com todas essas facilidades, as relações humanas e os feitos que ainda nos dão prazer, como conversar com amigos num churrasco, por exemplo, vão se perder, assim como, máquinas que deveriam melhorar a vida das pessoas passarão a ser motivos de desastres e prejuízos, por isso, acredito que não saber a hora que deve parar e dizer "NÃO" poderá ser o maior problema nesse novo mundo que estamos inventando. Será um erro esquecer os valores bons herdados por gerações e gerações e deixar-se cegar pelo futuro incerto, melhor seria se com bom senso as pessoas unissem os dois para que com equilíbrio o mundo fosse melhor. A tecnologia contribui muito para ajudar em vários aspectos, e tem um papel relevante na humanidade, porém, ela não deve prevalecer absoluta a ponto de inutilizar os seres humanos.

    Karina Gomes RGM 6377 - 3º Pedagogia Noturno

    ResponderExcluir
  31. Interessante ler esses dois textos e observar este espaço de comunicação, informação e conhecimento. Como cita no texto hoje tudo é praticamente movido pela tecnologia e precisamos nos preparar para enfrentarmos isto dentro ou fora das salas de aula.Precisamos ser cautelosos quanto ao futuro ; pois a incerteza fará parte dele como diz Edgar Morin mas podemos tentar enfrenta lo de forma diferente ,onde podemos aprender com os avanços da tecnologia sem deixar que nos tornemos reféns dela.

    Valtiza Silva RGM 6286 3NoturnoPedagogia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ana ligia santos mendonça 625919 de março de 2014 10:52

      Concordo com a sua opinião,parece mentira mas é verdade o homen criou a tecnologia e hoje muitas vezes parece ter se tornado escravo dela.

      Excluir
  32. ana ligia santos mendonça 625919 de março de 2014 10:49

    Após a leitura dos textos pode-se afirmar que mesmo com a tecnologia em constante crescimento, ainda sim o homen é constantemente surpreendido e que o mesmo precisa aprender a usa-la ao seu favor,é claro que a fatos que é impossível prever ja outros nem tanto.
    Cada vez que a tecnologia avança pode-se afirmar que o homen se torna escravo dela,o que não deveria acontecer já que foi o proprio homen quem a criou.
    Sendo assim segundo Edgar morin a tecnologia tem que ser vista de maneira positiva,mas não se pode deixar ser aprisionado por ela.

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Atualmente, no século XXI, a tecnologia se tornou algo praticamente vital ao ser humano, talvez, por facilitar, e muito, ações simples e importantes do nosso dia a dia, tanto para lazer quanto para trabalho. Podemos fazer coisas que nossos avós, em sua juventude, jamais imaginariam. Com a internet, por exemplo, podemos viajar pelo mundo inteiro sem sair da nossa casa, tudo isso virtualmente. Porém com os avanços tecnológicos vem também as incertezas do futuro, pois a tecnologia, de forma geral, pode ser usada tanto para o bem quanto para o mal. Ao mesmo tempo em que facilita o nosso dia a dia, se usada de forma errada, ela pode causar até a destruição da humanidade, do planeta. A partir desse ponto é que surgem as incertezas. O que esperar do futuro? Isso dependerá de nossas ações, agora, no presente, dependerá da forma como utilizaremos essas tecnologias. Acredito que, como educadores, nosso papel seja alertar, orientar os nossos educandos para que eles possam fazer um bom uso da tecnologia, para que ao invés de procurar, na mesma, progressos que acabam com a saúde do planeta, provocando a poluição, ou que podem ferir, destruir vidas como, armas de fogo, bombas nucleares, eles possam buscar avanços que façam o bem, que ajudem o próximo e incentivando-os também a serem criativos, para que em um futuro, não muito distante, eles possam se tornar inventores de avanços tecnológicos que beneficiem, de forma geral, a vida no planeta e do planeta.


    Graziela Dal Agata Santiago RGM: 6241 3º Pedagogia Matutino

    ResponderExcluir
  36. Em ambos os textos é possível perceber que na verdade o Ser Humano sempre viveu incertezas, o futuro sempre será uma escuridão e a tecnologia cada vez mais presente diria até indispensável se faz necessário para que ao menos estejamos preparados para que o estar por vir, sem deixar passar o fato de que nos dia atuais é preciso mais do que nunca pensar no próximo, no futuro, e o que faremos com ele de que forma o deixaremos para as próximas gerações. Por fim acredito que as tecnologias servem para que sejam comandadas mas hoje é perceptível que muitas vezes somos nós os comandados por ela, quando usamos seu conhecimento para a guerra para espionagem entre outras. Como tudo na vida é preciso BOM CENSO.

    Amanda Paula Rodrigues RGM: 6442 3°Pedagogia Matutino.

    ResponderExcluir
  37. Marisa Victorino Scaranello - RGM: 6486 - Ped. Matutino

    Depois de assistir o filme "Wall-e" com a orientação da Professora Paula Pudo, consegui perceber que a mensagem do filme é alertar as pessoas sobre o sedentarismo, o consumismo exagerado e a desenfreada produção de lixo, sem se preocupar com a reciclagem adequada, causando assim o comprometimento do nosso meio ambiente e a nossa vida no mundo. Com consciência e atitudes diferenciadas podemos modificar esse futuro de perdas do nosso planeta. A escola, como formadora de cidadãos, deve mudar esses pensamentos das pessoas, fazendo uma reflexão sobre o que é tecnologia, e que ela de fato existe para facilitar nossas vidas, e em consequência disso, agir com equilíbrio para podermos enxergar além das telas e aplicar os ensinamentos em nosso dia-a-dia.

    ResponderExcluir
  38. A partir do texto e do filme pude perceber que o mundo se modifica a todo momento e que vivemos de incertezas do que acontecerá no futuro. Pois o mundo muda constantemente a prova disso é o avanço das novas tecnologias. E isso me faz pensar que não fomos preparados para receber toda essa mudança que acontece constantemente.Portanto o filme nos faz refletir de que nós futuras professoras podemos preparar as nossas futuras gerações para um uso mais consciente da tecnologia,usar para facilitar a nossa vida,não usar para o mal como já disseram em outras postagens.Fazer com que eles percebam que não podemos ser dominados pela tecnologia que muitas vezes nos leva a solidão ao sedentarismo.Mostrar aos nossos educandos que a Tecnologia é importante sim,mas que devemos saber utilizá-la de maneira saudável sem que prejudique a nós e ao nosso próximo.

    Carolina da S. Cassimiro RGM 6271 Ped. Manhã

    ResponderExcluir
  39. Nos dias atuais ninguém mais consegue viver sem a tecnologia, dependemos dela para tudo, não conseguimos nos imaginar sem computador, celular, tablet, entre outras. Através da tecnologia podemos conhecer um mundo novo, culturas diferentes, podemos nos relacionar com pessoas que moram do outro lado do planeta. Ela facilita muito nossas vidas, e pode ser utilizada tanto para o trabalho, como para o lazer. Porém, a tecnologia se utilizada de forma errada, sem controle, pode trazer grandes problemas para a nossa vida e de outras pessoas. Eu penso que, nós educadoras, devemos sempre procurar passar para nossos educandos a maneira adequada de utilizar essa tecnologia, afim de que eles possam aprender a como se relacionar com esse ‘ mundo novo’ a qual desde bebês são submetidos.

    Bianca de Campos Ribeiro, 3º pedagogia manhã - 6374

    ResponderExcluir
  40. Erica Francine Lima da Silva19 de março de 2014 19:53

    Erica Francine- 6318
    3 Pedagogia- Matutino



    Nos dias atuais de hoje a tecnologia esta muito presente em todos os aspectos, é o que nos traz maior nível de informações, ambos os textos estão interligados, nos mostra que a tecnologia é bem presente na vida de todos.
    Hoje em dia a tecnologia vem com um peso que esta dominando o mundo inteiro, isso nos traz benefícios, mas também causa um tipo de alienação, o ser humano não consegue mais viver sem.
    Nós como futuros educadores devemos passar para nossos alunos o quanto a tecnologia é importante sim, mas devemos mostrar também o que ela pode causar se obtida em excesso.

    ResponderExcluir
  41. Milena Soares Amorim do Nascimento RGM 6612 3° PED MATUTINO

    A partir dos textos, ambos interligados, podemos afirmar que a tecnologia é vital para a humanidade, nesse mundo atual das ‘informações rápidas’, pois a nossa vida está girando em torno das tecnologias, como podemos ver as crianças de hoje, já tem um contato muito fácil com celulares, tablets, computadores, entre outros, sabendo nós também, que são materiais muito atraentes aos nossos olhos, como para o das crianças. Praticamente, tudo ao nosso redor é tecnologia, que a cada momento está em uma imensa modificação dos avanços tecnológicos. E como tudo na vida, há seus prós e contras, e nós, como futuras educadoras, devemos expor, ensinar, e monitorar os nossos futuros educandos, para que esse recurso, de grande relevância na sociedade atual, seja utilizado da forma correta, e não deixando, como nos mostra também no filme Wall-e, que elas nos domine, mas sim, que nós as dominemos para que a mesma se torne uma ferramenta a nosso favor, auxiliando tanto os educandos e os educadores em nossas aprendizagens.

    ResponderExcluir
  42. Fernanda Fernandes 6464-Matutino 3 pedagogia 20 março 2014 A tecnologia esta presente em nossas vidas a todo instante uma comunicação universal, não podemos se tornar escravos dessa tecnologia .Temos que usa-la com sabedoria, à incerteza dessa tecnologia para o futuro que esta sempre nos surpreendendo com constante transformação entre informação e conhecimento.

    ResponderExcluir
  43. A tecnologia se tornou algo indispensável em nossas vidas, usamos a tecnologia para tudo, não dá para imaginar o hoje sem os benefícios que ela nos fornece. E como educadores, temos a obrigação de entender e acompanhar os avanços tecnológicos. 3°PED noturno RGM - 6230

    ResponderExcluir
  44. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  45. Fabiana Pereira23 de março de 2014 14:51
    Fabiana M. Pereira - 3° Pedagogia (matutino)
    Podemos perceber a partir dos textos que a tecnologia vem ganhando cada vez mais espaço em nossas vidas, praticamente tudo gira em torno dela, as pessoas estão cada vez mais conectadas, as crianças estão tendo esse contato desde cedo. Nos dias de hoje se tornou indispensável. Porém, é necessário que se tenha um limite, nós como futuros educadores podemos ensinar as crianças a fazer um bom uso dessa ferramenta, mostrando os benefícios e os malefícios que o uso exagerado pode causar.

    ResponderExcluir
  46. Bianca Pelossi Raposo Dantas 3º Pedagogia Noturno / RGM: 6353

    Após ler os textos,entendi e refleti que o futuro se tornou incerto com o avanço da tecnologia.
    Mesmo que de forma negativa,toda essa tecnologia nos faz evoluir..e percebo o quanto o ser humano se tornou capaz de inventar com o auxilio dela.
    Sabemos que sem a tecnologia hoje em dia,algumas tarefas seriam mais difíceis de serem realizadas com mais rapidez,mas temos que ter a consciência que tudo em excesso faz mal.
    Sabendo usar de maneira correta e equilibrada ela só tem a acrescentar e facilitar em nossas vidas .

    ResponderExcluir
  47. Regiane Venceslau 6323 3° Ped. Matutino.
    O uso da tecnologia se tornou algo indispensável na vida das pessoas, é uma ferramenta que ajuda e ao mesmo tempo causa um tipo de alienação, mas é impossível viver sem ela nos dias de hoje. Como diz Edgar Morin o nosso futuro é incerto, por isso nós como futuros professores devemos usar da melhor forma a tecnologia para ensinar nossos alunos a obter novos conhecimentos.

    ResponderExcluir
  48. Nathalia Gimenes Silva - 6686 - 3º ped. noturno
    A tecnologia hoje em dia esta muito grande, é dificilmente ver alguem que não tenha um celular, um computador, o visto é só aumentar.
    Devemos utilizar esse meio da melhor forma possivel para podermos passar para as crianças de hoje e das do futuro, pois é um meio muito bom que nos ajuda e que facilita muito.

    ResponderExcluir
  49. Marcela de Andrade Costa 6227 - 3ºPed. noturno25 de março de 2014 06:43

    Podemos afirmar que os avanços da tecnologia facilitaram e mudaram completamente os hábitos de grande parte da sociedade bem como as próprias relações de trabalho, pois com a chegada dos computadores (robôs) nas grandes industrias, o trabalhador tem a necessidade de estar em sintonia com essas ferramentas, sendo necessário que haja sempre uma reciclagem por parte dele para que continue inserido no mercado de trabalho.
    O homem tende a aprimorar sua tecnologia afim de que tenha cada vez mais conforto, porém não podemos apenas nos preocupar com os avanços tecnológicos, antes, devemos nos lembrar e nos incomodar com a destruição do meio ambiente, pois o próprio homem já é afetado e será ainda mais com as consequências de seus próprios atos, em uma era em que se fala tanto de sustentabilidade é necessário pensar e rever conceitos no que diz respeito a tecnologia e o meio ambiente, ambos devem andar juntos.

    ResponderExcluir
  50. Rita Maehiga RGM:6228 3°Pedagogia Noturno25 de março de 2014 11:10

    Após ler o texto do Filósofo Pierre Levy podemos ver o quanto o mundo evoluiu pois o que nem se imaginava na ID antiga hoje é muito comum, como por exemplo o nosso contato com pessoas de outras nacionalidades tanto físico como virtual.
    No texto do Filósofo Edgar Morin pude fazer uma reflexão se estamos realmente preparados para tantas evoluções tecnológicas e cheguei a conclusão que sim pois estamos acostumados a sermos contemplados com os benefícios que o avanço tecnológico nos proporciona. Mas em meio a toda essa evolução temos que estar ciente de que se não acompanharmos esse ritmo ficaremos "parados" no tempo. Não podemos esquecer que além de acompanharmos esses avanços não podemos deixar que as tecnologias dominem nossas vidas, pois a tecnologias nos ajudam muito mas se for em excesso ela também pode nos prejudicar.

    ResponderExcluir
  51. Renata martins silveira flores rgm 6338 3° pedagogia noturno

    acho que a tecnologia é importante para nos, mas não podemos deixar que a tecnologia ache que somos importantes para elas e a tecnologia nos dominar

    ResponderExcluir
  52. Michele Aguiar da Silva RGM 6256 3°Pedagogia Noturno

    Com a leitura dos dois texto e possível perceber que hoje a tecnologia faz parte na vida de todos , já não e possível vivemos sem , hoje tudo que fazemos está ligado a tecnologia , mas temos que ter equilíbrio para não deixar que atrapalhe a nossa vida .

    ResponderExcluir
  53. Suelen Fernanda Bernardo Ribeiro, RGM.6203 3°Pedagogia Noturno.

    O uso das tecnologias nos dias atuais é indispensável pensando tudo o que possamos fazer com ela, se comunicar de forma rápida e instantânea, conhecer lugares onde jamais poderíamos pensar em estar um dia, conhecer pessoas de países distantes, e é claro o uso das tecnologias como avanço da ciência, de pesquisas que nunca poderíamos imaginar que iriamos alcançar. Tenho certeza de que a tecnologia veio para nos ajudar no nosso desenvolvimento como pessoas, mas também tenho certeza que a mesma tem que ser usadas com inteligencia pois a mesma tecnologia que salva vidas, também é usada para tira-las, como armas nucleares etc.

    ResponderExcluir
  54. Regiane de F. Ribeiro de Oliveira, RGM: 6545, 3º Pedagogia - Noturno
    Após a leitura dos textos, podemos concluir que a tecnologia trouxe um grande avanço para a humanidade e que hoje, seria praticamente impossível viver sem os benefícios que a mesma nos oferece. Mas, em contra partida, devemos tomar cuidado com o que temos a nossa disposição, para não nos tornarmos escravos desse tipo de benefício, lembrando que, de certa forma, tudo o que é demais, pode prejudicar.
    “Somos céus atravessados por nuvens de energias vindas da profundidade dos tempos. Quanto mais acreditamos que somos alguém, mais somos ninguém. Quanto mais sabemos que não somos ninguém, mais nos tornamos alguém.” Frase de Pierre Lévy

    ResponderExcluir
  55. Tudo na vida tem seu lado positivo e seu lado negativo. Com a tecnologia não é diferente. Existe o lado positivo que nos permite vivenciar situações jamais imaginadas, facilita nosso dia-a-dia, traz informações em apenas "um click". Pensando no lado negativo, perdemos um pouco nossa privacidade, passamos a ficar mais vulneráveis a imprevistos que envolvam a tecnologia, por exemplo, nossas contas bancárias, compromete também nossa saúde, no que diz respeito ao sedentarismo, ergonometria.
    Diante da revolução tecnológica que estamos vivenciando, acredito que o que cabe a cada um de nós, é usá-la com sabedoria, para o bem comum.
    Adriana - 6119 - 3º Pedagogia matutino.

    ResponderExcluir
  56. Neila Paula Nunes Pêgo 6571 3° pedagogia noturno

    a tecnologia esta muito avançada e com ela as pessoas estão muito acomodadas dificilmente as pessoas querem enfrentar as filas das lotéricas porque agora é tudo mais fácil basta um click

    ResponderExcluir
  57. Márcia Vieira Pedroso Araujo - RGM 6343 - 3º Pedagogia Noturno6 de maio de 2014 15:35

    A tecnologia nos dias de hoje está muito presente no cotidiano das pessoas e nos trouxe muitos benefícios e facilidades, ficando quase impossível imaginar a vida sem ela. Mas o uso inadequado ou excessivo dessas tecnologias podem causar sérios problemas. É preciso ter cautela para usufruir de seu uso, aproveitar ao máximo o seu lado positivo e não deixar de lado o mundo real onde vivemos, para não nos tornarmos dependentes da tecnologia.

    ResponderExcluir